Função

A ingestão de vitamina D contribui para a normal absorção/utilização do cálcio e do fósforo e para os níveis normais de cálcio no sangue. Contribui ainda para a manutenção do normal funcionamento muscular, ossos e dentes normais, para o normal funcionamento do sistema imunitário e para o processo de divisão celular

Quantidade diária

  • Adultos – 15 a 20 ug
  • Crianças até 9 anos – 15 ug
  • Crianças até 1 ano – 10 ug

Fontes Principais

A vitamina D na forma D3 está presente apenas nos alimentos de origem animal enquanto a vitamina D na forma D2 está predominantemente presente nos alimentos de origem vegetal. Os alimentos mais ricos são os peixes gordos (ex. sardinhas e salmão), gema de ovo, fígado, manteiga e matéria gorda do leite

Sinais de Carência

A carência nesta vitamina pode conduzir a raquitismo nas crianças e a osteomalacia e osteoporose nos adultos. No caso do raquitismo, aparece principalmente entre os 6 meses e os 2 anos de idade, e caracteriza-se por uma falha na mineralização do tecido ósseo, resultando em ossos frágeis e deformações do esqueleto