O Crossfit é um programa intensivo de treino criado por Greg Glassman, que combina intervalos de exercício aeróbico, com levantamento de peso olímpico, exercício calesténico e ginástica, com ritmo e intensidade variável. O CrossFit é uma das formas mais extremas de exercícios disponíveis, havendo muitas vezes um preconceito de um maior risco de lesão desportiva nesta modalidade, quando comparada com outras. Efetivamente, alguns estudos têm reportado incidências de lesão em praticantes de Crossfit que vão desde 20% a 75%.

Outra crítica feita a esta modalidade é a pouca certificação necessária. Os treinadores de Crossfit só necessitam de um curso de certificação de dois dias para abrir um ginásio (chamado de “box”) desta modalidade. Se você é iniciante e pretende começar a praticar crossfit, será importante pesquisar por treinadores com certificação adicional, que compreendam de mecânica corporal e condicionamento físico.

Dito isto, não há como negar que quando praticado em segurança e adequadamente, esta prática pode ser um dos melhores programas de condicionamento físico que você pode fazer.

 

Uma Mecânica Corporal Correta é Crucial para a Prática Segura de CrossFit

A Dra. Kelly Starrett, uma das líderes do movimento CrossFit e autora do livro Becoming a Supple Leopard, enfatiza a importância de uma mecânica corporal correta, tanto dentro quanto fora da box. Para a especialista, ter uma boa amplitude de movimento e flexibilidade é particularmente importante quando você faz exercícios de alta intensidade. A Dra Starrett defende que esta conjugação entre flexibilidade e intensidade é a chave para uma saúde e condicionamento físico otimizados.

 

Lesões Comuns no CrossFit

A evidência científica sobre a segurança do Crossfit ainda é relativamente escassa, contudo um estudo publicado em 2013 no Journal of Strength and Conditioning Research descobriu que quase 75% dos participantes do CrossFit tiveram lesões durante o treino. As lesões mais comuns envolviam ombros e coluna vertebral. Um outro estudo no Orthopedic Journal of Medicina, de 2016, revelava uma taxa de incidência de lesão menor (20%) sendo mais comum o relato de lesão nas costas, ombros e joelhos. O estudo também argumentava que a participação dos instrutores no treino e orientação em torno da mecânica corporal está relacionada com a diminuição da incidência de lesões. As lesões de ombro e região lombar foram mais incidentes em movimentos de ginástica e levantamento de peso, respetivamente, com a maioria das lesões relatadas a serem agudas e de intensidade leve.

 

Overtraining, Rabdomiólise e Risco de Morte

Um dos perigos possíveis do exercício físico de alta intensidade, como o Crossfit, surge no entanto não por lesões músculo-esqueléticas, mas pelo risco de ocorrência de uma doença grave chamada rabdomiólise.

A Rabdomiólise é uma patologia que acontece na sequência de destruição significativa de tecido muscular, devido a traumatismo (ex: acidente de viação) ou a excesso de atividade física, com estas fibras musculares a entrarem na corrente sanguínea levando a danos graves no rim, comprometendo a sua função, podendo resultar em risco severo de insuficiência renal e morte.

Alguns críticos do Crossfit têm associado maior incidência de rabdomiólise entre os praticantes desta modalidade. Esta patologia pode ser prevenida através de uma hidratação adequada, períodos de pausa durante o treino e descanso adequado após treino.

 

A Recuperação é uma Parte Importante

Seu corpo precisa recuperar-se corretamente. O conceito principal aqui é treinar seu corpo gradualmente, ao longo do tempo, para poder lidar com cargas de exercícios de maior intensidade. É importante que aprenda a ouvir o seu corpo e não exceder-se. Aumentar gradualmente a intensidade e carga dos exercícios tem-se demonstrado a maneira mais efetiva e eficiente de ficar em forma, sem risco de lesões.

Um estudo efetuado em 2013 pela Universidade Estadual de Ohio revelou que após 10 semanas de treino de alta intensidade os indivíduos analisados apresentaram melhorias significativas no VO2 máximo e composição corporal, tanto em homens como em mulher e independentemente do nível de preparação física inicial.

 

 

Faça Exercício de Forma Inteligente para uma Saúde Otimizada

Em conclusão, o que podemos dizer sobre o Crossfit? Trata-se de um método de treino eficaz e seguro, quando acompanhado por pessoal devidamente habilitado em condicionamento e mecânica corporal, respeitando os limites do seu corpo e priorizando a hidratação e recuperação física.

Se você é iniciante, poderá não ser de todo a forma ideal de otimizar o seu condicionamento físico, contudo, o treinamento intervalado de alta intensidade (muitas vezes também disponível nas Box de Crossfit) é ideal para si, pois aumenta a queima de gordura, fortalecimento muscular e capacidade cardiovascular.

Dito isto, se você já é praticante de exercício físico e pretende levar o seu treino a um outro nível, o Crossfit é por ventura aquilo que estava à procura. Tenha a certeza que a academia de Crossfit que irá frequentar tem instrutores profissionais que podem monitorizar o seu treino de modo a garantir que não se lesione.

Dito isto, se você já estiver em forma e quiser levar seu treino para um nível totalmente novo, o CrossFit pode ser o que você está procurando. Apenas tenha certeza de que a academia CrossFit que você usa tem instrutores profissionais que podem monitorar suas posições e garantir que você não fique lesionado.